Skip to content

Aluguel com intenção de compra: saiba como funciona

 

Você já ouviu falar da modalidade de aluguel com intenção de compra? Essa é uma categoria muito popular em países como Estados Unidos e Inglaterra. 

No entanto, por lá é mais conhecido como “rent to own” ou “rent to buy”. Apesar de ser muito popular no exterior, o conceito já está ganhando espaço no Brasil. 

Isso porque já existem empresas brasileiras sendo criadas com o conceito de aluguel com intenção de compra. 

Por ser uma modalidade de nicho imobiliária relativamente nova no Brasil, muitas pessoas têm dúvidas sobre o assunto e acabam tendo medo de optar pelo método. 

No entanto, a aMora, neste artigo, explicará detalhadamente o que é o aluguel com intenção de compra e como funciona essa modalidade

Continue conosco e saiba se essa modalidade é a ideal para você! 

A mudança do mercado imobiliário 

Os millennials, ou geração Y, são as pessoas que nasceram entre o começo da década de 1980 e o último ano da década de 1990. 

Não só pelo benefício ou por opção, eles estão, cada vez mais, optando pela locação de imóveis, mas não pelo benefício de alugar ou estilo de vida, mas pela falta de acesso financeiro e facilidades para comprar um imóvel.

Em uma pesquisa americana da Apartment List no final de 2019, 61% das pessoas responderam que o dinheiro de entrada é um impeditivo e 38% afirmaram que têm dificuldades para conseguir créditos para um financiamento.

Mas ter uma casa própria ainda é uma prioridade. Segundo uma pesquisa do Itaú BBA, 89% dos entrevistados apontaram que comprar um imóvel é uma prioridade em suas vidas.

O que é contrato de aluguel com intenção de compra?

O contrato de aluguel com intenção de compra nada mais é do que quando um inquilino aluga um imóvel para depois comprá-lo, utilizando o dinheiro do aluguel como entrada. 

Ou seja, nessa modalidade, o interessado no imóvel já assina o contrato com a opção de comprá-lo ao final do período de locação. 

Portanto, ele não perderá o dinheiro gasto durante a locação. No entanto, essa opção no contrato não é obrigatória. O inquilino só aceita a compra do imóvel se ele quiser. 

Essa é uma ótima opção para as pessoas que não possuem dinheiro à vista para dar entrada em um imóvel. 

No entanto, aluguéis com esse tipo de contrato são um pouco mais caros, aproximadamente R$ 0,8% do valor do imóvel. 

Portanto, se você não tem a intenção de comprar o imóvel alugado, é melhor analisar o cenário antes de assinar o contrato. 

Como funciona o contrato de aluguel com intenção de compra?

como-funciona-o-aluguel-com-inteção-de-compra

Para entender o contrato de aluguel com intenção de compra é muito simples, já que o próprio nome entrega a funcionalidade. 

Em suma, uma pessoa aluga um imóvel e, após o término da locação, ele pode escolher comprá-lo ou não. 

No entanto, vale ressaltar que não são todos os imóveis que possuem esse tipo de contrato. Por isso, é importante você conversar com a imobiliária responsável pelo contrato. 

Além disso, durante o tempo de locação, analise o imóvel para ter certeza que é a moradia certa para investir o seu dinheiro. 

Vale ressaltar que o inquilino não é obrigado a comprar o imóvel ao final do contrato. Ele só realiza a compra se o mesmo desejar. Caso contrário, a vida segue normalmente. 

Quais os diferenciais do contrato de aluguel com intenção de compra?

Agora que você já sabe como funciona o contrato de aluguel com intenção de compra, você deve estar se perguntando qual é o seu grande diferencial. 

Então, essa alternativa é benéfica tanto para quem está alugando quanto para o locatário. Para o proprietário, essa é uma forma que garante a renda mensal do aluguel e ainda existe a probabilidade do inquilino comprar o imóvel ao final da locação. 

Agora, para o locatário que deseja comprar seu imóvel próprio, essa modalidade é uma oportunidade de fazer um tipo de “test drive” de um apartamento ou casa, sem o compromisso de compra. 

Ou seja, se o inquilino gostar da moradia, ele poderá utilizar o aluguel como parte do pagamento da casa. Se não gostar, a vida continua sem compromissos. 

Como todos os contratos de imobiliária, é muito importante prestar atenção nos detalhes do contrato de aluguel com intenção de compra. 

Portanto, veja se no contrato constam o prazo da moradia e o valor de venda do imóvel. Dessa maneira, o locatário não precisará enfrentar surpresas quando for comprar sua moradia. 

O contrato de aluguel com intenção de compra tem reajuste?

Esse é um ponto que merece uma atenção especial do locatário. Não é porque é um contrato de aluguel com intenção de compra que não existe o reajuste. 

Esse tipo de contrato é corrigido pela IGP-M, índice aplicado na maioria dos aluguéis. Portanto, a parcela do pode ficar mais cara ao longo do tempo. 

Dependendo do que estiver constando no contrato, o ajuste pode não contar para ser abatido no preço do imóvel. 

Mas e como é que fica a Lei do Inquilinato?

Para quem não sabe, a Lei do Inquilinato são as legislações que regem a comunicação entre locador e locatário. 

O proprietário deve ressaltar ao inquilino, claramente, as condições de venda do imóvel. Com isso, o locatário possui até 30 dias para informar a sua preferência. 

Caso passe esse período, o proprietário tem todo o direito para vender o imóvel da forma que desejar e para quem entender. 

Ou seja, os termos de preferência são iguais, não existem alterações com o contrato de aluguel com intenção de compra. 

Quais as vantagens de aluguel com intenção de compra?

benefícios-do-aluguel-com-inteção-de-compra

Como dito anteriormente, o mercado imobiliário mudou e, podemos dizer, que a atual geração está passando por dificuldades para conquistar a sua própria moradia. 

Por isso, quanto mais maneiras práticas e eficazes forem desenvolvidas para facilitar a compra de um imóvel, melhor será para a sociedade contemporânea. 

Portanto, o contrato de aluguel com intenção de compra é uma alternativa inovadora e eficaz para a compra de imóveis. Além disso, essa modalidade conta com os seguintes benefícios: 

  • Test drive para a compra de imóvel: os possíveis compradores podem fazer um teste no imóvel antes de decidir comprá-lo definitivamente;
  • Aumenta a intenção de compra de possíveis compradores: como terá um grande fluxo de moradores, o imóvel não ficará simplesmente parado esperando um comprador;
  • Facilita a compra do imóvel: com a atual situação da sociedade contemporânea, o contrato de aluguel com intenção de compra facilita a venda de um imóvel, evitando processos burocráticos. 

A aMora chegou para facilitar a compra de imóveis 

Com a aceleração da tecnologia, as imobiliárias tiveram que se adaptar à crescente mudança do mercado. 

As proptechs surgiram para aliar a tecnologia com o conhecimento do setor imobiliário, ajudando o inquilino a alugar o seu imóvel. 

A aMORA é uma proptech que oferece as vantagens da compra, com uma baixa entrada (taxa de 5%) e a flexibilidade de um aluguel. 

Ou seja, você já começa a morar e customizar sua casa como você deseja, enquanto te ajudamos a poupar o dinheiro para comprar o imóvel no final dos três anos (mas só se você quiser!).

Aprenda a comprar e não se descapitilizar investindo no financiamento do imóvel dos seus sonhos com a aMora!

Conclusão 

Já imaginou pagar um aluguel e fazer com que esse dinheiro faça parte da compra do seu imóvel? Com o aluguel com intenção de compra, agora é possível! 

Modalidades como essa são indispensáveis no momento atual da economia brasileira, já que, a cada ano que se passa, fica mais difícil adquirir o imóvel próprio. 

Portanto, não deixe essa modalidade passar despercebida, utilize-a com sabedoria e comece a planejar a compra da sua moradia.