Skip to content

Consórcio ou financiamento: qual é a melhor maneira de comprar o meu imóvel?

Se você está pretendendo comprar o seu primeiro imóvel, certamente já deve ter pensando na modalidade de pagamento: consórcio ou financiamento. 

O consórcio e o financiamento são duas modalidades muito populares entre os interessados em compras de imóveis. 

Portanto, na hora de decidir qual é a melhor opção, é comum que as pessoas acabem ficando em dúvida sobre qual é mais vantajoso. 

Isso porque ambas as alternativas têm seus prós e contras, o que pode afetar diretamente no resto da vida do comprador. 

Por isso, a escolha entre os dois dependerá de diversos fatores, como perfil financeiro, condições oferecidas, rendimentos mensais, entre outros. 

Para você não ficar em dúvida na hora de comprar seu imóvel dos sonhos, a aMORA, neste artigo, irá ajudá-lo a encontrar a opção ideal para o seu perfil. 

O que é financiamento?

O tema financiamento pode ser um pouco intimidador para algumas pessoas, mas, na verdade, é bastante simples de entender. 

Basicamente, o financiamento é uma forma de fornecer dinheiro ou outros recursos para algo, ou alguém, com o objetivo de financiar um projeto, negócio ou investimento. 

O financiamento pode acontecer de diversas maneiras, desde empréstimos bancários tradicionais ou até mesmo financiamento coletivos. 

No entanto, em todos os casos, a ideia é fornecer os recursos financeiros necessários para que algo possa ser realizado ou desenvolvido. 

Existem alguns tipos de financiamento e um dos principais é o imobiliário, que é utilizado, geralmente, para a compra de casa própria. 

Essa é uma das principais maneiras de comprar um imóvel para a maioria das pessoas, já que nem todos possuem a capacidade financeira para comprar uma casa ou apartamento

Quais os tipos de financiamento?

Você já deve saber que existem alguns tipos de financiamentos, sendo o bancário, o coletivo, o imobiliário, entre outros. 

É importante conhecer os tipos de financiamentos para saber qual é o ideal para suas metas e objetivos. 

Por isso, para você saber qual é o melhor financiamento para seu projeto, conheça os principais tipos: 

  • Financiamento de veículos: um tipo de financiamento em que você pode obter um empréstimo para a compra de um carro ou moto;
  • Financiamento imobiliário: voltado para pessoas que tem o objetivo de aquisição de imóveis, seja para moradia ou investimento;
  • Financiamento estudantil: tem o objetivo de ajudar pessoas que desejam financiar seus estudos;
  • Leasing (aluguel com intenção de compra): é um tipo de contrato de aluguel em que o locatário tem a opção de comprar o bem no final do período do contrato;
  • Financiamento coletivo: como diz o nome, esse é um tipo de financiamento em que várias pessoas contribuem com pequenas quantias para viabilizar um projeto;
  • Sistema Financeiro de Habitação: sistema criado pelo governo para facilitar o acesso à casa própria por meio do financiamento imobiliário;
  • Consórcio: modalidade de compra coletiva em que um grupo de pessoas se reúne para adquirir um bem em comum, como um carro ou um imóvel;
  • Antecipação de recebíveis: modalidade de financiamento em que uma empresa antecipa o recebimento de valores que teria a receber no futuro, como uma venda a prazo;
  • Financiamento de Máquinas e Equipamentos: uma empresa consegue obter financiamento para a compra de máquinas e equipamentos para o seu negócio. 

É importante ressaltar que cada financiamento possui suas próprias condições e características. Portanto, é importante avaliar cada opção com muito cuidado. 

Quais são as vantagens do financiamento?

vantagens-do-consórcio-ou-financiemento

O financiamento possui diversas vantagens para o consumidor, no entanto, não podemos deixar de falar de suas desvantagens. 

Isso porque ela pode ser benéfica para algumas pessoas e para outras não. Por isso, é importante ressaltar tanto seus prós quanto seus contras. Veja abaixo! 

Flexibilidade

Os financiamentos podem ser flexíveis e adaptados às necessidades e condições financeiras do cliente. É possível escolher o prazo, o valor das parcelas e a taxa de juros;

Prazo maiores

Além disso, o financiamento pode ser a solução para a realização de sonhos que exigem um alto investimento, como a compra de uma casa; 

Planejamento financeiro

Ao optar pelo financiamento, é possível planejar e organizar melhor as finanças, uma vez que as parcelas são fixas e já fazem parte do orçamento mensal;

Realização de sonhos

Por fim, o financiamento pode oferecer prazos mais longos para pagamento, facilitando o acesso ao crédito e tornando as parcelas mais acessíveis.

Quais são as desvantagens do financiamento?

O financiamento pode ser uma solução interessante para a realização de projetos de grande porte, mas é importante avaliar seus prós e contras. 

A chave principal é sempre buscar informações claras e detalhadas, comparar as taxas de juros e avaliar as condições da sua escolha. Veja abaixo as desvantagens do financiamento! 

Juros

Os juros do financiamento podem ser altos, tornando o valor total a ser pago muito maior do que o valor original do bem financiado.

Risco de inadimplência 

Ao financiar um bem, é preciso estar ciente da possibilidade de inadimplência. Caso isso aconteça, o proprietário poderá perder o bem financiado e ainda ter o nome negativado.

Restrições 

O financiamento pode ter algumas restrições, como a exigência de garantia ou a limitação de valor do empréstimo, o que pode dificultar o acesso ao crédito.

Comprometimento financeiro

O financiamento envolve um comprometimento financeiro a longo prazo e pode dificultar a realização de outros projetos e investimentos.

O que é consórcio?

Agora que já falamos sobre o financiamento, está na hora de conhecer um pouco sobre o consórcio. 

O consórcio é uma modalidade de compra que vem ganhando cada vez mais adeptos nos últimos anos. 

Ele é uma alternativa para quem deseja adquirir um bem, como um carro ou imóvel, mas não tem pressa para tê-lo em mãos.

De maneira simplificada, o consórcio é uma forma de comprar algo em grupo. Ou seja, as pessoas pagam um valor mensal por um período de tempo determinado. 

Dependendo da duração do consórcio, a cada mês um consorciado é escolhido pela Assembleia Geral do grupo. 

Assim, durante todos os meses do consórcio, um consorciado é escolhido para receber o valor completo do contrato. 

Quais os tipos de consórcio?

tipos-de-consórcio

Igualmente ao financiamento, o consórcio também possui variações, como o de imóveis, de automóveis, de serviços, entre outros.

Antes de entrar no consórcio, é fundamental escolher o tipo ideal para seu projeto. Como estamos falando de imóveis, o certo seria o consórcio de imóveis. 

No entanto, para você conhecer um pouco melhor sobre cada tipo de consórcio, veja um breve explicação sobre cada um: 

  • Consórcio de imóveis: este tipo de consórcio é voltado para a aquisição de imóveis, sejam residenciais ou comerciais;
  • Consórcio de automóveis: este funciona de maneira semelhante ao consórcio de imóveis, mas é voltado para a aquisição de automóveis;
  • Consórcio de serviços: esse é um tipo de consórcio para quem deseja contratar serviços, como viagens, cirurgias plásticas, entre outros;
  • Consórcio de motos: igualmente ao consórcio de automóveis, o consórcio de motos é indicado para quem deseja adquirir uma moto nova ou usada;
  • Consórcio de eletrodomésticos: esse é um tipo de consórcio voltado para a aquisição de eletrodomésticos e eletrônicos.

É válido ressaltar que cada tipo de consórcio possui suas próprias regras e condições. Por isso é importante analisar com atenção antes de fechar negócio.

Vantagens do consórcio

Antes de escolher o consórcio ou financiamento, é importante saber as vantagens de cada um para tomar a decisão certa. 

Uma das principais vantagens do consórcio é que ele pode ser aplicado em qualquer tipo de vida financeira, já que é um método mais econômico de financiamento

Além disso, o consórcio é uma ótima maneira de se organizar financeiramente, já que o consorciado é “obrigado” a arcar com as mensalidades. 

Então, se você é daquelas pessoas que tem um pouco de dificuldade de juntar dinheiro, ou não sobra nada no final do mês, o consórcio é a melhor alternativa para você.

Para conseguir um financiamento imobiliário, é importante ter “crédito na praça”. No entanto, sabemos que essa não é a realidade de todos os brasileiros. 

Portanto, o consórcio acaba sendo uma ótima opção para aqueles que procuram crédito financeiro sem muita burocracia. 

Claro que essa modalidade possui suas exigências, mas se comparada com outras disponíveis no mercado, certamente é bem menos burocrática. 

Por fim, e não menos importante, é que o consórcio também não possui juros. Isso porque os recursos financeiros são provenientes dos participantes do grupo. 

Ou seja, o banco não precisará utilizar seu dinheiro para emprestar aos participantes. Todo dinheiro investido no consórcio são dos próprios consorciados. 

Desvantagens do consórcio

Como nem tudo são flores, o consórcio também possui suas desvantagens. Para conhecê-lo melhor, explicaremos um pouco mais sobre os contras dessa modalidade. 

  • Custos: Apesar de não existir juros no consórcio, existem taxas administrativas, que podem variar de 10% a 20% do valor total do bem. Além disso, também existem outras despesas como seguro e fundo de reserva;
  • Sorteio: Esse é um fator que muitas pessoas consideram antes de entrar em um consórcio. Uma das formas de contemplação do consórcio é contar com a sorte no sorteio mensal, o que pode demorar muito tempo;
  • Lance: Porém, existe o lance que é uma maneira de antecipar as parcelas do consórcio para aumentar as chances de contemplação. Entretanto, nem sempre o lance pode ser suficiente para antecipar a chamada do consorciado; 
  • Atualizações monetárias: É importante ressaltar que o valor da carta de crédito é atualizado periodicamente pelo índice contratado, que geralmente acompanha a inflação. Porém, esse índice pode não refletir a variação do preço do bem desejado;
  • Vínculo: O consórcio é um contrato que pode ter uma longa duração e exige total comprometimento e disciplina financeira do consorciado. As regras de contrato podem fazer que o consorciado não consiga sair do compromisso;

Essas são algumas desvantagens que devem ser consideradas antes de entrar em um consórcio. Elas podem interferir diretamente no seu objetivo e na conclusão dele. 

Portanto, é importante pensar se realmente o consórcio é a decisão mais correta a se fazer para o alcance das suas metas. 

O que é melhor fazer: um consórcio ou financiamento do imóvel dos seus sonhos? 

qual-melhor-consórcio-ou-financiamento

Chegamos na parte mais importante do texto: “Consórcio ou financiamento: qual é a melhor decisão?”. Então, a resposta para essa pergunta pode ser um pouco complexa. 

Isso porque cada um possui suas vantagens e desvantagens, e a decisão dependerá das condições financeiras do interessado. 

Portanto, antes de escolher entre consórcio ou financiamento, é necessário rever alguns pontos, como: Prazo, Juros e Entrada. 

Por exemplo, o financiamento pode ser mais rápido de se obter, dependendo do seu crédito, o banco pode disponibilizar os recursos rapidamente. 

Agora, se o seu nome não tem tanta credibilidade, é bem provável que a aprovação seja um pouco demorada, ou até mesmo negada. 

Nesses casos, a melhor opção é o consórcio que não realiza uma avaliação de crédito tão profunda. No entanto, em alguns casos, essa análise pode acontecer. 

Além disso, se você não tiver tanta pressa para comprar sua casa, o consórcio é uma opção. Porém, se houver pressa na aquisição, a melhor alternativa é o financiamento. 

Viu? A escolha entre consórcio e financiamento depende de inúmeros fatores e somente você pode decidir entre os dois. 

Uma nova maneira de comprar o seu imóvel: Alugar para comprar da aMORA! 

Caso o consórcio ou financiamento seja compatível com a sua vida financeira, ainda existem outras modalidades de compra de imóveis. 

Uma que já está se tornando popular no mercado imobiliário é o aluguel com intenção de compra. Essa modalidade é bem comum nos Estados Unidos e Espanha. 

Nela, o inquilino, ao invés de comprar de vez o imóvel, pode morar por um período e, caso esteja interessado, pode comprá-lo no final do contrato. 

Um dos maiores benefícios dessa modalidade é que o interessado pode utilizar o dinheiro do aluguel como entrada para a aquisição do imóvel

Além disso, caso ele não se interesse mais pelo imóvel ao final do contrato, não será necessário adquiri-lo obrigatoriamente. 

Essa opção pode ser uma alternativa para você? Então, está na hora de encontrar uma empresa de credibilidade e com imóveis de qualidade, como a aMORA! 

Temos anos de experiência nessa modalidade e nosso objetivo é tornar os sonhos dos nossos clientes realidade de uma maneira inovadora e simples. 

Então, não perca tempo procurando maneiras para adquirir sua casa dos sonhos, cadastre-se no site da aMORA e garanta sua moradia de uma forma inovadora! 

Conclusão 

Escolher entre consórcio e financiamento pode ser um grande desafio para os interessados na compra da casa própria. 

Por isso, é fundamental estudar sobre os prós e contras de cada modalidade. Dessa maneira, você consegue saber a alternativa ideal para seus objetivos. 

O financiamento pode ser uma modalidade de compra mais rápida, porém, é necessário ter “crédito na praça” para consegui-lo. 

Já o consórcio é uma modalidade mais simples, mas, nela, o interessado precisa ter um pouco mais de paciência, já que terão outras pessoas que estão envolvidas em contrato. 

Agora, se você precisa de uma modalidade que seja simples, eficaz e inovadora, certamente o aluguel com intenção de compra é para você. 

Na aMORA, você consegue comprar o seu apartamento de uma forma simplificada, sem muitos obstáculos e de maneira segura!